O Báb (1819-1850)

 

Siyyid 'Alí Muhammad era descendente do Profeta Maomé, e nasceu em Shiráz, no sul da Pérsia, em 1819. Destacava-se pela Sua grande beleza e encanto pessoal, assim como pela Sua excecional bondade e nobreza de caráter. Posteriormente, assumiu o título de Báb, que significa "A Porta".

 

Em 23 de maio de 1844 em Shiráz, o Báb declarou a Sua Missão, que era anunciar o iminente aparecimento do Mensageiro de Deus, aguardado por todos os povos do mundo, e preparar a humanidade para esse advento, embora Ele próprio fosse o portador de uma revelação independente, procedente de Deus.

Imediatamente a seguir a esta declaração, seguiu-se uma selvagem perseguição, instigada pelo influente clero muçulmano. O Báb foi preso, espancado, encarcerado e executado na praça pública, por um pelotão de fuzilamento, na cidade de Tabriz, em 9 de julho de 1850.

 

Cerca de 20.000 dos Seus seguidores pereceram numa série de massacres em toda a Pérsia. Os Seus restos mortais descansam no majestoso edifício, com cúpula dourada, que se ergue no meio de graciosos jardins e contempla a Baía de Haifa, em Israel.

© 2020 Comunidade Bahá'í de Portugal 

  • s-facebook