© 2019 Comunidade Bahá'í de Portugal 

  • s-facebook

December 24, 2018

Please reload

Últimas Notícias

A inauguração do Templo Bahá’í da Colômbia foi uma cerimónia de alegria e emoção

July 23, 2018

1/10
Please reload

MENSAGEM DE NAW-RUZ

March 21, 2014

Queridos Amigos,

Chegou o Ano Novo e com ele a primavera! Por toda a parte, as flores despontam e multiplicam-se, embelezam a paisagem e inebriam os nossos sentidos com o seu odor e as suas cores, adornam o mundo com uma nova vestimenta. A energia que liberta faz com que as flores desabrochem até mesmo em locais escuros onde não chega a luz do sol.

Em meados do século XIX, Deus enviou à humanidade dois novos Mensageiros, O Báb e Bahá’u’lláh. A Sua vinda pode ser comparada à chegada da primavera. A energia por Eles libertada teve o poder de despertar os povos do mundo e de fazer com que um número de pessoas, cada vez maior, anseie viver de acordo com os princípios e ensinamentos da religião Que fundaram. Desde então, em todo o planeta, tem vindo a aumentar o número de mulheres e de homens com vontade de transformar a sociedade e adquirir capacidades e qualidades de serviço para promoção do bem-comum. São as flores desta primavera celestial!

Com o objetivo de promover o duplo propósito moral – transformar o indivíduo, ajudando-o a desenvolver as qualidades que, potencialmente, possui e capacidades de serviço para, assim, transformar a sociedade – a comunidade bahá’í disponibiliza a todos os interessados um processo educativo, com programas destinados às diferentes faixas etárias. Este inclui “aulas que nutrem os tenros corações e mentes das crianças; grupos que canalizam as energias emergentes dos pré-jovens; círculos de estudo que permitem, a pessoas de diversos antecedentes, progredirem em pé de igualdade e explorarem a aplicação dos ensinamentos às suas vidas individuais e coletivas; e encontros que fortalecem o carácter devocional da comunidade”[i]. Estas atividades estão abertas a todas as pessoas que desejam contribuir para um mundo melhor e podem realizar-se em qualquer local, basta que alguém deseje prestar esse serviço. Baseiam-se na crença de que a humanidade está a viver um momento muito especial da sua história – após uma infância e juventude atribuladas, está a entrar na fase da maturidade.

 

Quando essas atividades se multiplicam num meio geográfico relativamente pequeno, como por exemplo, num bairro ou numa pequena localidade, o seu efeito transformador é muito maior do que o somatório do efeito transformador de cada uma delas. Potenciam-se umas às outras! Quando as crianças frequentam aulas de educação espiritual, os seus irmãos mais crescidos estão em grupos de pré-jovens ou são professores de aulas de crianças e, em suas casas, os pais realizam reuniões devocionais ou estão a ser capacitados para melhorar o seu bairro, a transformação transborda para o meio envolvente – os professores da escola percebem a mudança nas crianças e nos jovens; o padeiro ou o merceeiro podem ver que as crianças e os jovens que brincam no parque não brigam; os pais quando se encontram discutem as qualidades que os seus filhos estão a adquirir e os planos de serviço que eles próprios fizeram; desenvolve-se um forte sentido de propósito comum para que todos, em conjunto, possam promover o bem-estar espiritual e social dos que ali residem. É este progresso nas bases da comunidade que vai transformar aquele bairro e, no final, todos os bairros e aldeias do mundo. “Não podemos segregar o coração humano do meio ambiente que o rodeia e considerarmos que basta que um destes seja reformado para tudo melhorar. O homem é orgânico com o mundo. A sua vida interior molda o ambiente e dele depende profundamente. Um atua sobre o outro e qualquer mudança duradoura na vida do ser humano é o resultado destas reações mútuas.”[ii]

 

A qualidade que caracteriza esta nova etapa da humanidade é o serviço abnegado e desprendido, qualquer pessoa possui talentos e qualidades para servir o próximo e pode dar o seu precioso contributo. Quem desejar juntar-se a estes projetos pode contactar a comunidade bahá’í.

 

Queridos amigos, desejamos, para cada um de vós, um feliz Ano 170, pleno de serviços à humanidade.

 

ASSEMBLEIA ESPIRITUAL DOS BAHÁ’ÍS DE PORTUGAL

 

[i] Casa Universal de Justiça, Ridván de 2010

[ii] Shoghi Effendi

Please reload

Notícias Selecionadas
Please reload

Arquivo
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square