© 2019 Comunidade Bahá'í de Portugal 

  • s-facebook

December 24, 2018

Please reload

Últimas Notícias

A inauguração do Templo Bahá’í da Colômbia foi uma cerimónia de alegria e emoção

July 23, 2018

1/10
Please reload

A contribuição das religiões para a paz analisada no palácio presidencial na Colômbia

July 16, 2016

BOGOTA,12 de Julho, 2016 - Estando para breve um acordo de paz histórico, muito esperado, na Colômbia entre o governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), o Presidente Juan Manuel Santos convidou mais de 100 representantes religiosos para uma reunião, em 4 de Julho, no palácio presidencial.

 

 

Dado o papel único que a religião desempenha na motivação das pessoas e das comunidades para o trabalho conjunto a favor do bem comum, este evento procurou definir que colaboração poderá ser dada pela religião ao processo de paz na Colômbia, um país que tem sofrido quase sete décadas de violenta guerra civil.

Ao dirigir-se à audiência o Presidente Santos falou da aspiração comum a todas as religiões por paz e harmonia. Referindo-se a textos sagrados, citou uma passagem de Bahá’u’lláh: “A luz da unidade é tão forte que pode iluminar a terra inteira!”

Falando sobre o evento, Ximena Osorio, representante da Comunidade Bahá’í na Colômbia disse: ”O nosso governo considera as comunidades religiosas como agentes importantes no plano social. As religiões têm um alcance que o governo não tem, por exemplo nas zonas mais remotas e a nível das bases sociais”.

Este conceito foi também reconhecido pelos membros do governo durante a conferência.

 

”Vós sois uma chave no processo de paz, como líderes espirituais na Colômbia, disse a ministra do Interior adjunta Carmen Ines Vasquez, que durante o seu discurso reiterou a importância do trabalho conjunto para se alcançar uma paz duradoura pelo perdão e pela reconciliação.

 

 

“Tem havido nos últimos anos um interesse crescente em compreender o papel que as religiões desempenham em promover o bem da sociedade” disse a Sra. Osorio no seu comentário durante o evento. “Esta tendência tem sido estimulada pela consciência crescente da imensa reserva de  potencial  das comunidades religiosas para contribuírem no avanço de muitas causas sociais”.

 

O próximo acordo de paz procura pôr fim a décadas de conflito que causaram cerca de 220 000 mortes e geraram traumas inenarráveis. Espera-se que as conversações de paz, que começaram em 2012, sejam implementadas em 20 de Julho de 2016, com a assinatura do acordo.

 

 

Para mais informações ir para: http://news.bahai.org/story/1114
 

Please reload

Notícias Selecionadas
Please reload

Arquivo
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square