Crianças

 

 

Ó DEUS, guia-me, protege-me, ilumina a lâmpada do meu coração e faz de mim uma estrela brilhante. Tu és o Grande e o Poderoso.

 

'Abdu'l-Bahá

 

 

 

Ó DEUS! Educa estas crianças. Elas são as plantas do Teu pomar, as flores do Teu prado, as rosas do Teu jardim. Permite que sobre elas caia a Tua chuva; que o Sol da Realidade brilhe sobre elas com o Teu amor. Permite que a Tua brisa as refresque, para que sejam treinadas, cresçam e se desenvolvam, e manifestem a maior beleza. Tu és o Doador! Tu és o Compassivo!

 

'Abdu'l-Bahá

 

 

 

Ó SENHOR! Assenta esta frágil planta no jardim das Tuas múltiplas graças, rega-a das fontes da Tua benevolência e permite que cresça até se tornar uma planta formosa, através dos eflúvios do Teu favor e da Tua misericórdia. Tu és o Grande e o Poderoso!

 

'Abdu'l-Bahá

 

 

 

Ó TU, SENHOR BONDOSO! Estas encantadoras crianças são a obra dos dedos do Teu poder e os admiráveis sinais da Tua grandeza. Ó Deus! Protege estas crianças com a Tua graça, ajuda-as a serem educadas e a prestarem serviço ao mundo humano. Ó Deus! Estas crianças são pérolas; faze com que sejam nutridas na concha da Tua benevolência. Tu és o Munificente, o Amor Supremo.

 

'Abdu'l-Bahá

 

 

 

Ó TU, SENHOR BONDOSO! Benevolamente, concede a cada uma destas avezinhas um par de asas celestiais, e dá-lhes poder espiritual a fim de que possam alçar vôo através desse espaço ilimitado e atingir as alturas do Reino de Abhá.

Ó Senhor! Fortalece estes arbustos frágeis, de modo que, cada um, venha a ser uma árvore frutífera, verdejante e viçosa. Concede vitórias a estas almas através da potência de Teus exércitos celestiais, para que possam esmagar as forças do erro e da ignorância e desfraldar o estandarte da amizade e guia entre o povo; para que possam, assim como os sopros ressuscitadores da primavera, refrescar e vivificar as árvores das almas humanas e assim como as chuvas vernais, tornar verdejantes e férteis os prados daquela região.

Tu és o Forte e o Poderoso; és o Dispensador de Graças e o Amor Supremo.

 

'Abdu'l-Bahá

Da árvore da glória refulgente, fiz penderem para teu proveito os mais seletos frutos; por que os desprezaste, contente com aquilo de menor valor? Volta, pois, para o que te é melhor no reino nas alturas.

Ó Filho do Homem! 

© 2020 Comunidade Bahá'í de Portugal 

  • s-facebook